Carregando...

O QUE É O HD TECHNOLOGY?

Um portal com o foco de compartilhar notícias e informações industriais.

Tudo o que você precisa saber sobre pintura industrial

A pintura industrial envolve técnicas mais avançadas do que as que estão presentes no serviço de pintura convencional.

O profissional trabalha com superfícies metálicas, diferentes tipos de tintas e solventes, que exigem um alto padrão técnico de preparo e aplicação.

Dessa forma, a pintura industrial também tem ligação com a conservação das estruturas e equipamentos, principalmente pela proteção anticorrosiva proporcionada.

Por esse motivo, é indispensável que uma empresa de confiança desse segmento seja procurada para realizar a pintura, pois o sistema mais adequado para o local será analisado.

Por mais que o pré-tratamento da superfície ou equipamento a ser pintado, seja um passo distinto da pintura propriamente dita, é importante que o profissional tenha pleno conhecimento de ambas as etapas.

Afinal, devem ocorrer de forma planejada, caso contrário, o contratante poderá ter grandes prejuízos no futuro.

Quais são as principais características da pintura intumescente?

A pintura intumescente é um método amplamente aplicado para conferir a proteção de um material ao calor.

Para este objetivo, é usada no processo uma tinta especial, que quando é submetida ao aquecimento acima de 200° C, inicia um processo de expansão volumétrica, que por sua vez, constitui uma espuma isolante.

Os componentes que originam tal ação são o polifosfato de amônio, pentaeritritol e a melamina.

Em cerca de 200°C, o polifosfato entra em decomposição, em seguida, o pentaeritritol reage com o ácido fosfórico formado para constituir um resíduo carbonoso.

Nas fases seguintes, entre 300°C e 400°, a melamina se decompõe e libera gases que fazem com que a camada de resíduo carbonoso seja expandida.

É, justamente, essa camada que atua como uma barreira isolante, impedindo o acometimento do substrato pelo calor.

Este período de reação é indispensável para que ocorra a evacuação dos edifícios e para que a segurança seja priorizada.

Ao citar a pintura intumescente norma, é preciso observar que o tempo de resistência ao fogo é indicado na legislação vigente.

Essa questão depende muito do tipo de edificação e também leva em consideração aspectos como:

  • Taxa de ventilação do edifício;
  • Área construída e altura;
  • Tempo pretendido da resistência ao fogo;
  • Quantidade de faces da estrutura metálica;
  • Uso da edificação;
  • Carga combustível;
  • Compartimentação.

Para a aplicação, é fundamental recorrer ao serviço de um profissional capacitado. Antes da pintura, a superfície é preparada de acordo com as recomendações do fabricante e, naturalmente, respeitando as normas técnicas.

Além de proporcionar maior proteção para as pessoas, esse tipo de pintura também tem um apelo estético versátil.

O que é pintura com airless?

A pintura airless consiste em uma técnica que utiliza um pulverizador próprio para exercer alta pressão.

Esse aparelho é ligado de forma direta na lata de tinta e apresenta uma mangueira responsável por ligar a lata à pistola ou bico.

Sendo assim, a tinta passa pela mangueira e o jato de tinta é expelido com precisão.

Por ser considerado um tipo de pintura altamente potente devido à pressão exercida, a pintura com airless apresenta as principais vantagens de ser econômica e produtiva.

Normalmente, é realizada em paredes, portas e outros tipos de superfícies, como portões de metal.

Conheça a pintura eletrostática a pó

Basicamente, a pintura eletrostática a pó consiste em um processo diferenciado para a fixação de tintas, já que é realizado por meio de cargas elétricas.

Para as pessoas que buscam a respeito de pintura eletrostática a pó preço, também é interessante ter conhecimento de que é um tipo de pintura mais aplicado em superfícies metálicas.

Todavia, há possibilidade de que seja efetuada em outros tipos de materiais carregados eletricamente.

Há diferentes tipos de tintas em pó para esse processo: epóxi, poliéster e híbrido.

O epóxi é um dos que mais se destacou ao citar a resistência à corrosão, enquanto o poliéster apresenta aderência favorável e comumente é aplicado em locais externos.

Já o híbrido, consiste em uma combinação de ambos.

Para o processo de pintura eletrostática a pó, é necessário utilizar uma pistola de pintura, que em sua composição, possui um compartimento próprio para a tinta em pó.

Antes de ser lançado para fora, o pó é carregado eletricamente com cargas negativas ou positivas, que ao entrarem em contato com a superfície de cargas opostas, fazem a tinta se fixar.

Deixe uma resposta